A especificidade da educação escolar nas sociedades republicanas e democráticas

  • José Pedro Boufleuer
Palabras clave: Educação, humanização, democracia, pertencimento, conhecimento escolar

Resumen

Entendendo a educação como um diálogo vivo entre gerações, a reflexão estabelece aproximações entre a educação escolar e a manutenção das conquistas civilizatórias, dentre as quais a democracia. Na esteira das modernas revoluções republicanas, as novas formas de governo se pautam na cidadania universal e no princípio de que é sempre razoável partilhar a responsabilidade das escolhas com todos os envolvidos. O desafio que se põe, portanto, é o de qualificar as opiniões de todos, na perspectiva de que o entendimento geral possa ser o mais qualificado possível. E é aí que entra a tarefa da escola como instituição produtora de pertencimento às novas formas de vida. Sua especificidade se revela, de modo especial, na natureza do conhecimento que veicula. Nesse sentido, a noção de uma racionalidade ampliada, orientada à construção de entendimentos intersubjetivos, oferece o horizonte que permite distinguir o tipo de conhecimento que cabe ser ministrado nas escolas.

Citas

ADORNO, T. W. (1995) Educação e Emancipação. Paz e Terra, Rio de Janeiro.
ARENDT, H. (2002) A crise na educação. Em: Entre o passado e o futuro, Perspectiva São Paulo.
DALBOSCO, C. (2009) Sociedades complexas e formação de professores. UPF/CNPq, Passo Fundo.
HABERMAS, J. (1987) Teoría de la acción comunicativa, Tomos I e II, Taurus Madrid.
HABERMAS, J. (1990) Pensamento pós-metafísico: estudos filosóficos. Tempo Brasileiro, Rio de Janeiro.
HABERMAS, J. (1993) A Ideia da Universidade: Processos de Aprendizagem. Em: Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v.74, p. 111 -130, jan./abr.
HABERMAS, J. (2004) A ética da discussão e a questão da verdade. Martins Fontes, S. Paulo.
KANT, I. (1996) Sobre a pedagogia. Editora da Unimep, Piracicaba.
TUGENDHAT, E. (2007) Antropologia como filosofia primeira. Em: Pommer, A.; Fraga, P. D.; Schneider, P. R. (orgs). Filosofia e crítica – Festchrift dos 50 anos do Curso de Filosofia da UNIJUÍ. Ed. UNIJUÍ, Ijuí, p. 183-200.
YOUNG, M. (2011) O futuro da educação em uma sociedade do conhecimento: o argumento radical em defesa de um currículo centrado em disciplinas. Em: Revista Brasileira de Educação, v. 16, n. 48, p. 609-623, set./dez.
Publicado
2019-06-18